Aulas Iniciais de Arte e Desenho – 6 exercícios de Desenho a mão livre

Se você está aprendendo a desenhar por si mesmo ou orientando os alunos iniciantes através de aulas de arte, as estratégias são semelhantes.

É importante equilibrar atividades divertidas e criativas com exercícios de construção de técnicas, evitando o tédio para que as habilidades possam se desenvolver.

Aprender algo novo é gratificante e frustrante ao mesmo tempo. No entanto, com demasiada frequência, os estudantes tentam correr antes de poderem andar.

Tradicionalmente, o ensino da arte enfatizava a auto-expressão e evitava o desenvolvimento de habilidades por medo de criar uma cãibra de criatividade.

No entanto, habilidades básicas podem ser agradáveis ​​de se trabalhar, e ter habilidades fortes permite que os alunos expressem mais plenamente suas ideias originais.

1 de 6 – Como segurar um lápis

Você já foi informado de que está segurando o lápis da maneira errada?

Ou que há apenas um jeito certo de segurar um lápis para desenhar?

As chances são de que esse conselho bem-intencionado não estava certo.

Não existe um único caminho certo para segurar um lápis, e o que funciona para você é provavelmente a melhor escolha.

Tente experimentar várias posições, pois diferentes métodos produzirão efeitos diferentes e você pode achar alguns mais confortáveis ​​do que outros.

Aula complementar: Como Desenhar Qualquer Coisa


2 de 6 – Explore a criação de marcas

Se você nunca desenhou antes ou acabou de comprar um novo lápis ou caneta, a maneira de descobrir o que cada instrumento de desenho pode fazer é simplesmente começar a fazer marcas no papel.

Isso é conhecido como marcação.

Chame isso de rabiscar, riscar ou o que você quiser – o objetivo desse exercício é explorar seu novo meio.

Pratique sem a pressão de criar um desenho acabado e é uma excelente maneira de ganhar confiança e conhecer seus materiais.

Aula complementar: [Aula de Desenho Para Iniciantes] Transforme um Rabisco em Desenhos de Contorno


3 de 6 – Lição de desenho com arame

Criar formas abstratas com um simples pedaço de arame é um ótimo exercício para iniciantes de todas as idades. Não há pressão de ter que fazer parecer algo.

Em vez disso, essa é uma prática simples ao seguir uma linha no espaço e desenhá-la no papel.

O exercício também ensina a coordenação entre mãos e olhos.

Você precisará de cerca de 15 a 30 minutos, um pedaço de arame – como um velho cabide – e um alicate, papel de desenho e uma caneta ou lápis.

Primeiro, dobre o fio em qualquer forma aleatória e tridimensional que desejar.

Inclua espirais, curvas estranhas e rabiscos irregulares.

Vire o fio e olhe para ele de ângulos diferentes, depois decida qual deles você quer desenhar.

Não tente fazer seu desenho parecer realista. Apenas pense nisso como uma linha no espaço.

Seu desenho pode ser completamente plano, sem perspectiva. Você também pode usar o peso da linha para criar uma sensação de profundidade, pressionando com mais força para obter uma linha mais forte à medida que o fio se aproxima de você.

Não se preocupe com sombras ou luzes. Tudo o que nos interessa é a forma do fio.

Mantenha sua linha contínua e relaxada. Não use traços curtos e incertos. Uma linha fluente que não é perfeita é melhor que muitas linhas perfeitamente colocadas, mas com várias tentativas.

Lembre-se, este é um exercício, então não importa o resultado final. Tome seu tempo e observe atentamente. Você está treinando sua mente e mão para trabalhar em conjunto.

Aula complementar: 3 Lições de Desenho testadas e verdadeiras para principiantes


4 de 6 – Desenho de Contorno Cego

H South licenciado para nicolas-thirion.com, Inc.

O desenho de contorno cego, onde você não pode olhar para o papel enquanto desenha, é um exercício clássico que desenvolve sua conexão olho-mão. 

Alunos avançados também podem melhorar suas habilidades de observação fazendo um desenho de contorno cego como aquecimento.


5 de 6 – Desenho de Contorno Puro

H. South, licenciado para nicolas-thirion.com, Inc.

Um desenho de contorno puro é basicamente um desenho de contorno.

Essa é a forma mais simples de desenhar, pois a linha descreve as bordas visíveis de um objeto.

Muitos artistas gostam de usar uma linha pura em seus desenhos, e o desenho de contorno limpo é uma habilidade essencial para cartunistas.


6 de 6 – Desenho de Contorno Cruzado

No desenho, um contorno cruzado é uma linha que percorre a forma de algo, como os contornos de um mapa.

Às vezes, essas linhas são desenhadas diretamente, mas com mais frequência um artista usará a ideia de um contorno cruzado para guiar seu sombreamento e a eclosão.

O contorno está implícito na direção do sombreamento e torna a eclosão significativa e não aleatória.

Em última análise, isso ajuda o espectador a ver uma imagem como tridimensional em vez de plana.

Pratique esses exercícios sempre que poder e você verar o seu traço e o seu olhar para o desenho evoluir de forma incrível.

Grande abraço e vamos desenhar juntos!

Deixe seu comentário ou sua pergunta no espaço abaixo

Baie o Seu E-Book Grátis agora mesmo!

Carlos Damasceno

Carlos Damasceno é desenhista profissional e professor de desenho. Especialista em ajudar pessoas a desenvolverem o seu talento para o desenho sem precisarem pagar por curso caros e demorados.

Website: http://comoaprenderadesenhar.com.br/