[Artigo + Vídeo Aula] Exercícios de Desenho Simples para ativar o lado direito do cérebro e fazer com que você aprenda a desenhar melhor e mais rápido [parte 2 – Desenhando de Cabeça para Baixo]

No artigo anterior [parte 1 – Perfil/Vaso/Perfil], você já teve acesso a um exercício que auxilia no aprendizado do desenho. Se você ainda não leu esse artigo, clique aqui e leia primeiro, para depois dar continuidade lendo e fazendo a atividade desse artigo aqui, ok?

Pois bem… Então, deduzindo que você já leu o artigo anterior, vamos em frente…carlos-damasceno-desenhos-realistas-exercicios-para-o-lado-direito-do-cerebro-17

Quando algo familiar se torna desconhecido

Agora você já está ciente da dificuldade de fazer uma tarefa própria do lado direito do cérebro enquanto estiver operando com o lado esquerdo do cérebro, vamos tentar outro exercício para também auxiliar nessa transição.

Nós conhecemos e identificamos as coisas ao nosso redor com base em nossa familiaridade com elas. Vemos, identificamos, nomeamos, classificamos e lembramos-nos delas. Por isso, acho que é bom para os fatos “saber” nomes, datas, números, conceitos e ideias.

Para ver e desenhar, porem, uma maneira mais diferente, mais flexível e ágil de se observar será melhor, porque as coisas nem sempre são como parecem. Principalmente porque estamos acostumados a ver as coisas de maneira lógica, típica do lado esquerdo do cérebro.

Nosso lado esquerdo do cérebro identifica facilmente um objeto e nomeio para nós. Então, a partir daí, nós sabemos o que é e nos sentimos seguros e confiantes em relação a tal coisa.

Mas o que é familiar torna-se instantaneamente desconhecido quando se está de cabeça para baixo ou invertido.

carlos-damasceno-de-cabeca-para-baixo

Esperamos ver as coisas do lado certo e ficamos confusos quando não estão. Quando algo está de cabeça para baixo, formas e relações ficam estranhas para nós. Isso porque, dessa forma, as coisas ficam diferentes de como a temos na memória. E o problema é que o lado esquerdo do cérebro não gosta disso.

Imagem correta x Imagem de Cabeça para Baixo

Aqui iremos ver dois exercícios para ajudar você a sentir como é ver algo familiar de alguma forma alterada.

  1. Escreva o seu nome em folha de papelassinatura-carlos-damasceno
  2. Agora olhe o seu nome em um espelho. Difícil ler?assinatura-carlos-damasceno-espelho
  3. Olhe-o agora de cabeça para baixo. Para alguns, isso é ainda mais difícil de ler do que uma imagem no espelho.assinatura-carlos-damasceno-de-caeca-para-baixo
  4. Tente olhar para a sua assinatura de cabeça para baixa e invertida ao mesmo tempo. Será que ela esta parecendo ser um hieróglifo ou uma palavra de língua estrangeira?assinatura-carlos-damasceno-4

Sabemos como são as coisas porque podemos identifica-las e lembrar. De cabeça para baixo ou espelhado, as coisas parecem um pouco estranhas ou ate mesmo perturbadoras. Especialmente se forem rostos ou a escrita de alguém, porque são coisas assimétricas.

O lado esquerdo do cérebro fica facilmente confuso quando a nossa memória é diferente da realidade, e truques visuais ou problemas são frustrantes para ele.

A memória organizada não funciona muito bem quando o assunto é desenhar, isso é tarefa para o lado direito relativo.

Exercício: copiar um desenho complexo

Quando se trata de um desenho complexo, com muitos detalhes, a proporção e o escorço, podem ser muito mais fáceis de copiar se colocamos a imagem de cabeça para baixo. Isso é assim porque nos ajuda a concentrar nas formas e nas relações, em vez de no desenho em si, que pode parecer muito difícil e até intimidante.

Um desenho complexo pode afastar o lado esquerdo lógico do cérebro e dessa forma dar vez ao lado direito (artístico) do cérebro. Essa é a ideia por trás deste exercício.

  1. Selecione uma imagem e tente copiar normalmente
  2. Agora, pegue a mesma imagem e tente copiar de cabeça para baixo.

aprender a desenhar 4

Aqui estão algumas dicas para te ajudar a desenhar de cabeça para baixo:

  • Concentre-se nas formas e não na imagem
  • Não tente desenhar a coisa toda de primeira. Preencha os detalhes mais próximos
  • Olhe para uma pequena forma e a desenhe
  • Quando estiver desenhando, pense na direção das linhas. Para onde ela segue? Ela segue reta ou faz uma curva? Onde ela cruza com outra?
  • Onde estão as linhas horizontais e as verticais?
  • Trabalhe em uma área de cada vez. Tente se concentrar apenas na pequena parte que você está desenhando
  • Resista à tentação de tentar ver como está ficando o desenho ou até mesmo pensar sobre isso
  • Tente não pensar no desenho finalizado. Basta olhar e desenhar o que você está vendo.

Veja o vídeo

Compare os Dois Desenhos

O desenho que você fez de cabeça para baixo deve apresentar uma melhora significativa em relação ao primeiro desenho feito de cabeça para cima. Problemas como proporção, escala, semelhança e detalhes, que eram muito difíceis de fazer com o lado direito do cérebro, agora não é mais problema. De cabeça para baixo foi desenhado apenas formas e isso facilita muito na hora de desenhar.

Se você fez a atividade proposta aqui, você deve está agora com um desenho muito melhor nas mãos.

ivo-aparecido-6

Desenho de Ivo Aparecido (Feito de Cabeça para Baixo)

Fascinante, não? Incrível mesmo. E isso é só o começo. Sempre que você conseguir fazer a mudança do lado esquerdo para o lado direito do cérebro e se concentrar em apenas desenhar o que ver, você vai encontrar a porta aberta para fazer uma infinidade de novos desenhos.

Que tal me enviar os seus dois desenhos (o primeiro feito de cabeça para cima e o segundo feito de cabeça para baixo) para que eu possa adicionar aqui ao post? Vai ser bem legal poder mostrar os seus resultados.

Vou ficar aguardando.

Grande abraço

Carlos Damasceno

PS. Nesse e no artigo anterior, você começou a desenhar usando o lado direito do cérebro. No próximo artigo vou te passar exercícios de simples contornos, onde você terá que primeiro fazer o desenho sem olhar para a folha de papel de desenho e em seguida, refazer olhando. Essa atividade irá ajudá-lo a promover ainda mais a sua capacidade de ver como um artista ver (usando formas, espaços e relações)

PPS. Tente praticar os exercícios que você aprendeu neste artigo. O mínimo que você precisa saber é:

  • Na vida diária somos ensinados a usar muito mais o lado esquerdo analítico do nosso cérebro
  • Um artista, durante o seu trabalho, faz a mudança consciente do lado esquerdo para o lado direito do cérebro.
  • Aprender a desenhar é realmente aprender a ver como um artista faz, usando o lado direito do cérebro.
  • Saber usar o lado direito (pensamento criativo) será útil também em outras áreas da sua vida, como é o caso de resolução de problemas.
Deixe seu Comentário

Os primeiros passos para você aprender a fazer Desenhos Realistas como um profissional! 

Preencha os dados solicitados e receba o Seu E-Book Grátis por E-mail agora mesmo! 

Carlos Damasceno

Carlos Damasceno é desenhista profissional e professor de desenho. O seu estilo preferido é o Desenho Realista, mas ama todas as formas de Desenho. Por esse motivo criou esse blog para compartilhar tudo o que pode sobre esse maravilhoso mundo.

Website: