Lição 6: Introdução à Perspectiva de um e dois pontos


Nesta lição, vamos introduzir uma e duas perspectivas lineares.

O desenho de Perspectiva é uma maneira de expressarmos um espaço tridimensional em uma superfície bidimensional.

Aqui estão alguns termos que você encontrará ao longo desta lição:

Introdução à Perspectiva de um e dois pontos - TERMOS COMUNS

Ponto de fuga: Os pontos onde linhas paralelas parecem convergir e desaparecer. Para colocar de uma maneira diferente, é o ponto ou pontos onde linhas ortogonais se unem,

Linha do Horizonte (também conhecida como “Linha de Nível dos Olhos”): Esta é uma linha imaginária que representa a distancia do fundo. No desenho de Perspectiva, uma linha de horizonte é a altura dos olhos do espectador. Então quando os objetos estão centrados na linha do horizonte, eles estão “sentados” ao seu nível dos olhos. Se você colocar um objeto abaixo da linha do horizonte, o espectador estará olhando para o objeto de cima para baixo. E se você colocar um objeto acima da linha do horizonte, dá a ilusão de que ele está flutuando acima da cabeça do espectador.

Linhas Ortogonais: Linhas diagonais imaginárias que são paralelas ao plano terrestre e irradiam ou convergem para o ponto de fuga. Elas agem como diretrizes para ajudá-lo a manter a perspectiva enquanto constrói uma cena tridimensional.

Linhas Transversais: Estas linhas são paralelas ao plano da imagem. Elas conectam linhas ortogonais em ângulos retos, estabelecendo a largura ou altura fixa de um objeto.

Introdução à Perspectiva de um e dois pontos - exemplo com uma caixa

Introdução à Perspectiva de Um Ponto

Uma perspectiva de um ponto é a mais fácil de aprender porque há apenas um ponto de fuga. Na imagem abaixo, todas as linhas de perspectiva da cena se originam de um ponto de fuga singular na linha do horizonte.

Quando usar uma perspectiva de um ponto

Uma perspectiva de um ponto é apropriada ao desenhar assuntos que estão voltados diretamente para você, em vez de em um ângulo.

Este método é muito popular para desenhar espaços interiores – como o exemplo que você está preste a ver abaixo.

Como desenhar usando um Perspectiva de Um Ponto para Iniciantes

Neste mini tutorial passo a passo, vamos desenhar uma sala com várias pessoas nela.

Passo 1: Desenhe a Linha do Horizonte e o Ponto de Fuga

Use uma régua para desenhar uma linha de horizonte reta com um ponto de fuga que você deve ver claramente.

Passo 2: Desenhe a sala

Vamos começar com a parede que está virada para nós diretamente. Use sua régua para desenhar um retângulo (linhas transversais). Certifique-se de que o ponto de fuga esteja em algum lugar dentro dele.

Se o ponto de fuga estiver fora do retângulo e o resto da sala for desenhada, nós, como espectadores, estaremos olhando para sala do lado de fora,

Use uma régua para alinhar o ponto de fuga a um canto do retângulo. Desenhe uma linha ortogonal muito leve que se estende muito além desse canto.

Faça isso pelos outros 3 cantos do retângulo

Agora que suas linhas ortogonais estão no lugar, desenhe linhas sólidas para completar a estrutura.

Passo 3: Adicione alguns detalhes

Você pode adicionar coisas como mesas e cadeiras ou até mesmo portas na cena. Para este exemplo, vamos manter as coisas bastante simples. Então vamos colocar um painel de vidro na parede esquerda para transformar a sala em um aquário.

Comece desenhando um conjunto de linhas ortogonais na parede esquerda da sala.

Adicione duas linhas transversais (ou linhas pontilhadas se você não tiver certeza exatamente qual o tamanho que você quer ainda).

Um vez que você esteja confiante com a forma e o tamanho do painel de vidro, desenhe linhas sólidas para definir o novo objeto dentro da sala.

Adicione uma grande criatura marinha no tanque!

Passo 4: Adicionar Pessoas

Desenhe a pessoa #1: Vamos chamá-la de Zé… para abreviar.

Antes de desenhar o Zé, vamos definir:

  • Onde ele vai ficar
  • Qual a sua altura

Para isso, desenhe 2 linhas ortogonais. A linha do topo definirá sua altura e a inferior definirá a distancia que ele está da parede… ele estará de pé (olhe a distancia da linha ortogonal inferior até a borda da parede). Certifique-se de que sua linha de fundo não esteja muito perto da parede ou então o pobre do Zé ficará plano como ela.

Então, desenhe uma linha transversal reta para definir exatamente onde ele vai ficar.

Agora tudo o que você tem que fazer é desenhar o Zé!

Desenhe a pessoa #2: O nome dela será Maria.

Vamos desenhá-la exatamente na mesma linha ortogonal que o Zé. Uma vez que essas linhas já foram definidas, tudo que temos que fazer agora é adicionar uma linha transversal para definir onde a Maria vai estar.

Nota: Se você quer que Maria e Zé tenham as mesmas proporções corporais, como mesmo tamanho de cabeça ou altura da cintura, desenhe uma linha ortogonal sob o queixo e outra através da cintura. Quando desenhar a Maria, certifique-se de que o queixo dela repouse na primeira li8nha e a cintura dela se cruze com a segunda linha.

Desenhe a pessoa #3: João

Está ficando um pouco lotado do lado direito da sala, então vamos encher o resto do aquário enquanto mantemos a atura de todos igual.

Para fazer isso, use uma régua para desenhar uma linha horizontal pontilhada do topo da cabeça da Maria e outra saindo do pé, para o lado esquerdo da sala. Então desenhe uma linha vertical onde você quer que o João seja posicionado.

Agora desenhe o João!

Desenhe a pessoa #4: Antônio

Você provavelmente já pegou o jeito agora! Mas vamos desenhar mais uma pessoa.

O Antônio vai estar no meio da sala. Para garantir que ele não bloqueie a visão de Zé ou Maria (eles estão realmente gostando dos tubarões, a propósito), desenhar uma linha transversal entre Maria e Zé.

Lembra-se da técnica que você usou para desenhar o João? Use o mesmo aqui.

Desenho o Antônio. Agora eles podem desfrutar do show.

Introdução à perspectiva de Dois Pontos

Em perspectiva de dois pontos, há dois pontos de fuga. Um único objeto pode ser desenhado usando linhas de referência provenientes de ambos os pontos.

Aqui, todas as bordas da forma, exceto as bordas verticais podem ser encontradas usando linhas de perspectiva.

Como desenhar usando perspectiva de dois pontos para iniciantes

Nesse exemplo, vamos desenhar duas estruturas e cinco pessoas.

Passo 1: Desenhe a Linha do Horizonte e os Pontos de Fuga

Use uma régua para desenhar uma linha de horizonte reta e dois pontos bem separados.

Passo 2: Desenhe a primeira estrutura

Comece desenhando uma pequena linha vertical entre os dois pontos de fuga. o comprimento desta linha determinará a altura de sua estrutura.

A partir de cada ponto de fuga, desenhe 2 linhas de perspectiva. Cada linha deve tocar as partes superior e inferior da linha vertical (transversal) que você acabou de desenhar.

Passo 4: Continue formando sua estrutura

Entre cada conjunto de linhas de perspectiva, desenhe outra linha transversal. Agora a estrutura tem 3 bordas.

As novas linhas transversais precisam estar conectados a ambos os pontos de fuga. Então desenhe dois conjuntos adicionais de linhas ortogonais para conectá-las.

Passo 4: Defina sua estrutura

Essas linhas ortogonais foram usados para ajudá-lo a formar os lados desconhecidos da estrutura. Agora que você tem um bom conjunto de diretrizes, use linhas sólidas para definir a forma.

Passo 5: Desenhe uma segunda estrutura

Use os mesmo passos para desenhar uma segunda estrutura em algum lugar à distancia.

Passo 6: Adicionar pessoas

Se você quiser adicionar pessoas, desenhe uma linha vertical para representar a altura média de cada pessoa. Pode ir aonde quiser.

Uma vez que você tenha isso no lugar, desenhe linhas ortogonais provenientes de cada ponto de fuga. Elas devem tocar a parte superior e inferior da linha vertical.

Desenhe as pessoas andando ao longo das linhas pontilhadas de perspectiva.

Para adicionar mais pessoas em outras áreas do desenho, empregar o mesmo método mencionado na seção sobre Perspectiva de um ponto, acima.

Aqui está uma imagem mais clara do que está acontecendo sem que os edifícios obstrua a sua visão:

Como encontrar a linha do horizonte e os pontos de fuga em uma cena

Digamos que você saiu para um passeio na hora do almoço e se deparou com uma bela paisagem urbana que você queria muito capturar em seu caderno de desenho. Com apenas 25 minutos de sobra, você luta para medir e desenhar todos os 38 edifícios e 15 postes de luz na cena à sua frente. Foi tempo suficiente para fazer o trabalho?

Talvez a melhor pergunta seja: essa foi a técnica certa para fazer o trabalho?

Na lição 4, cobrimos técnicas de medição – e embora elas sejam ótimas para usar em vários objetos ou indivíduos na mesma cena, é muito tedioso para algo como uma rua lotada ou uma ferrovia com seis trilhos de trem.

Se você puder encontrar a linha do horizonte e o ponto de fuga em uma cena existente, vai reduzir muito a quantidade de medição e adivinhação para você completar o seu desenho.

Exemplo de perspectiva de um ponto

Aqui está um grande edifício em forma de L. Sem rolar para baixo, você pode encontrar o ponto de fuga e a linha do horizonte?

Você pode encontrar o ponto de fuga de uma cena traçando seu caminho de volta à sua origem, usando linhas ortogonais. Desenhe uma linha reta contra todas as bordas laterais do prédio. Onde cada linha ortogonal se cruza, você tem seu ponto de fuga.

Para encontrar a linha do horizonte, olhe para as bordas horizontais do edifício.

Porque é importante encontrar a linha do horizonte? Quando se trata de uma perspectiva de um ponto, a linha do horizonte ajuda você a saber qual ângulo desenhar certas bordas de um edifício ou objetos dentro de um espaço. Por exemplo: nem todas as fotografias são perfeitamente niveladas, por isso é comum se deparar com uma imagem de referência inclinada.

Exemplo de perspectiva de dois pontos

Você pode encontrar os pontos de fuga e a linha do horizonte para a imagem acima sem rolar a página para baixo e ver a resposta?

Desenhe linhas de perspectiva ao longo das bordas de cada forma até que elas se cruzem. Você deve acabar com 2 pontos de fuga.

para encontrar a linha do horizonte, basta conectar ambos os pontos de fuga usando uma linha reta.

Lição de casa + Desafio

Aqui está sua lição de casa e um desafio enrolado em uma tarefa! O que isso significa? Se você completar a tarefa desta aula e me mandar, compartilharei sua arte com todos, postando-a abaixo.

Soa bem? Aqui está a tarefa:

Encontre um quarto em sua casa ou um espaço ao ar livre com edifícios, estruturas e/ou pessoas e desenhe-o usando perspectiva linear. Quanto mais detalhes, melhor! mal posso esperar para ver o que você vai desenhar!

Lição anterior

Lição 5: Erros mais comuns ao desenhar e como corrigi-los

Próxima lição

Lição 7: Introdução à Qualidade da Linha

Curso Completo de Desenho Realista

Grande abraço e vamos desenhar juntos!

Deixe seu comentário ou sua pergunta no espaço abaixo

Aprenda Desenho Realista com Carlos Damasceno - Baixe o Nosso E-Book grátis! ... Basta clicar no botão verde abaixo

BAIXAR E-BOOK NO TELEGRAM

Carlos Damasceno

Carlos Damasceno é desenhista profissional e professor de desenho. Especialista em ajudar pessoas a desenvolverem o seu talento para o desenho sem precisarem pagar por curso caros e demorados.

Website: http://comoaprenderadesenhar.com.br/