Por que Algumas Pessoas Desenham Melhor do que Outras?

Desde os primórdios da arte humana, a divisão tem sido clara:

  • Há pessoas que podem facilmente esboçar a semelhança de um objeto,
  • e pessoas que se esforçam por horas apenas para obter os ângulos e as proporções corretas, até o ponto de estragar o papel todo com marcas de borracha de tanto apagar.

Por isso fica sempre essa pergunta no ar:

O que separa os desenhistas das outras pessoas?

Mulher fazendo um Retrato na Rua

Existe um pesquisa que revelou uma resposta para esta questão de longa data. E, segundo a pesquisa, parece que a capacidade de fazer Desenhos Realistas depende de 3 fatores:

  1. Como uma pessoa percebe a realidade.
  2. Quanto se lembra da informação visual de um momento ao outro.
  3. Quais elementos de um objeto a pessoa seleciona para realmente desenhar.

Ao ficar preso em determinadas figuras, a boa notícia é que as pessoas podem, com a prática, melhorar em todos estes processos mentais.

Como uma pessoa percebe a realidade

Primeiro, as pessoas que não conseguem desenhar bem, na verdade não estão observando o mundo como ele realmente é.

Quando as pessoas olham para um objeto, fazem automaticamente uma má interpretação de atributos tais como:

  • tamanho,
  • formato e
  • cor.

A pesquisa ao longo dos últimos 3 anos mostra que ao menos alguns destes equívocos se traduzem em erros ao desenhar.

Mas de modo paradoxal, em outras circunstâncias, esses equívocos ajudam a dar sentido ao mundo.

Por exemplo, objetos parecem maiores quando estão mais próximos do que quando estão longe.

Mesmo assim, o sistema visual pratica a “constância do tamanho” por perceber o objeto como sendo aproximadamente de um tamanho, não importa quão longe ele esteja.

O sistema visual, “sabendo” que um objeto distante é realmente maior do que parece, envia ao cérebro uma informação falsa sobre o que o globo ocular está vendo.

As pessoas que têm o maior número de problemas para julgar o tamanho aparente, o formato, a cor e o brilho de um objeto, terão dificuldades para desenhar bem.

Aqueles que desenham bem são mais capazes de substituir estes equívocos visuais e perceber o que seus próprios olhos estão realmente vendo.

No entanto, perceber sem precisão a imagem é apenas parte da história. Ainda é preciso levar em consideração o papel da memória visual no processo de desenhar.

Quanto se lembra da informação visual de um momento ao outro.

Eu acredito que a habilidade de desenhar resulta em parte de uma capacidade de se lembrar das relações simples em um objeto, como um ângulo entre 2 linhas (do momento que o ângulo é percebido ao momento que é desenhado).

Além disso, para desenhar é preciso focar nas duas relações proporcionais totais (Altura e Largura), bem como focar em detalhes isolados do todo.

E talvez seja essa capacidade de alternar entre estes 2 modos de ver que sustenta um desenho de sucesso.

Além disso, há evidência significativa que artistas qualificados são melhores em selecionar quais elementos de um objeto necessitam ser incluídos para transmitir a forma do objeto, e quais devem ser ignorados.

Quais elementos de um objeto a pessoa seleciona para realmente desenhar.

Uma vez que os artistas selecionaram um elemento importante, eles conseguem focar melhor sua atenção nele, e ignorar detalhes estranhos nas proximidades.

O segredo está nos detalhes, e os pesquisadores estão ainda trabalhando a interação entre todos os fatores que afetam a precisão do desenho. No entanto, eles podem todos ser aprendidos.

Não há dúvida que a prática seja um importante componente para uma pessoa ser capaz de desenhar bem.

Enquanto alguns possam estar predispostos a se destacar em precisão perceptual e memória visual do que outros, o restante das pessoas usa truques para emular isto, lançando mão de simbolismo ao invés de realmente desenhar com realismo.

Praticar desenho de forma significativa melhora as capacidades perceptivas das pessoas ao longo do tempo.

Recomendo as seguintes técnicas para você melhorar sua percepção no desenho:

  • focar em escalar um desenho para se ajustar ao tamanho do papel;
  • ancorar um objeto em seu entorno por mostrar quanto ele utiliza no espaço.
  • Ainda, focar na distância entre os elementos do objeto e em seus tamanhos relativos;
  • e se concentrar no tamanho e formato do “espaço negativo”, ou espaço vazio entre as partes do objeto.
  • Por último, recomendo você a pensar em “linhas” como o que elas realmente são, os limites entre as áreas escuras e claras.

Há poucas habilidades humanas que não melhoram com a prática.

E o Curso o Segredo do Desenho Realista de Retratos a Lápis foi desenvolvido justamente para te ajudar a conseguir aprimorar a sua habilidade para desenhar.

Grande Abraço e Vamos Desenhar JUNTOS

Preencha os dados solicitados e receba o Seu E-Book Grátis por E-mail agora mesmo! 

Carlos Damasceno

Carlos Damasceno é desenhista profissional e professor de desenho. Especialista em ajudar pessoas a desenvolverem o seu talento para o desenho sem precisarem pagar por curso caros e demorados.

Website: http://comoaprenderadesenhar.com.br/