7 segredos que irão adicionar profundidade e dimensão para seus desenhos

Uma folha de papel será sempre plana… o que faz seus desenhos “pularem” para fora da página e ficarem ainda mais emocionantes são estes segredos simples!

desenho realista carlos damasceno para post 1

Vamos pular para dentro e começar a descobrir toda a diversão que se pode ter com estas regras para criar a ilusão de profundidade!

Os 7 segredos são …

  1. Use “bordas limpas” em lugares específicos (e não se esqueça de remover as bordas limpas dos lugares “errados”)

O que na terra é uma “borda limpa”, você pergunta? Ótima pergunta.

É simplesmente onde você tem um valor mais escuro ao lado de um valor mais claro e há uma clara definição entre os dois valores, definido onde se pode ver que ele muda de escuridão para a luz.

Não há nenhuma parte em que o valor diminui gradualmente do claro ao escuro; ele segue em linha reta do lado da luz para o lado negro.

(Também não há linha de esboço entre estes dois valores. Você vai aprender a razão no segredo # 2).

A “borda limpa” quase sempre vai indicar quando um objeto está na frente de outro em um desenho. Você provavelmente já percebe isso instintivamente.

Pense em um queixo que está na frente do pescoço. Logo se nota uma “borda limpa” em torno do queixo, que se curva ao redor e desaparece da nossa linha de visão. Isso faz com que o queixo pareça estar na frente do que estamos desenhando em uma folha plana de papel, mesmo com decote.

Aqui está um grande exemplo de uma borda limpa…Evinha Cabelos ao Vento

Veja como ele cria a ilusão de que a borda escura está atrás da borda mais leve? Muito legal, hein?

Isso tudo soa super simples, e talvez até mesmo um pouco óbvio? No entanto, muitos artistas perdem completamente esse importante detalhe e assim os elementos em seus desenhos começam a ficar borrados.

E pior ainda, às vezes artistas bem-intencionados colocam arestas duras para os lugares errados em seus desenhos, sem entender o que significa.

Então, onde é o lugar errado para colocar uma borda limpa? Isso será em qualquer lugar que você possa ser capaz de ver a superfície cheia de alguma coisa.

Vamos dar um rosto com rugas, por exemplo. A maioria das rugas são lugares onde as curvas da pele gradualmente dão um “mergulho” e vem de volta para fora, mas ainda podemos ver toda a pele, mesmo que ela “mergulhe” para o enrugamento. Nunca as curvas vão dar a ideia de que parte da pele foi para “trás” da outra parte.

velho

Assim, em casos como este, temos de evitar arestas duras ou vamos criar um lugar que confunde o espectador e os faz sentir que uma ruga é realmente à beira de alguma coisa, ou talvez até mesmo um arranhão ou outro defeito no rosto. Certamente não o enrugamento que nós estávamos tentando representar.

Existem inúmeras outras situações onde podemos usar “bordas limpas”. Comece a olhar e você vai começar notá-los em todos os lugares agora. Você pode aprender mais sobre técnicas de desenho realista aqui.

Este próxima segredo irá mostrar-lhe o que não se deve colocar em torno dos locais onde há bordas limpas…

  1. Por que os desenhos dos “livros para colorir” são a maneira mais rápida de se criar um desenho plano?

Desenhar uma linha grossa, dominante para representar a beira de algo é o equivalente de um grande sinal vermelho “PARE!”  em seu desenho. Se você delinear seu desenho vai matar a profundidade e a impressão de terceira dimensão mais rápido do que você possa dizer “livro para colorir”, e tem tudo a ver com a luz.

Dê uma olhada em seu rosto no espelho, você vê todas as linhas pretas grossas do em torno de sua cabeça?

E em torno de seus olhos?

Aposto que sua resposta é não, a menos que esteja apenas esboçado o rosto com um marcador permanente e aqui está como eu sei disso…

Sua cabeça é cilíndrica! A partir da ponta de seu nariz para a parte de trás de sua cabeça há uma gradual transição como se você estivesse traçando uma linha em torno de um globo ou uma bola de basquete. E quando você seguir a forma de um objeto até a borda, você simplesmente verá o que está por trás desse objeto.

Pode ser a parede atrás de sua cabeça, ou tela do computador que você vê por trás de sua mão quando você o está segurando. De qualquer maneira, não há um grande esboço desenhado em torno de sua mão, sua cabeça, ou qualquer outro objeto no mundo “real”. Nós simplesmente vemos a borda de um objeto ao lado do fundo que está por trás dele.

Então, o que acontece quando você coloca uma linha espessa em vez de uma “borda limpa”?

Bem, você está dizendo a qualquer um que vê o objeto que eles estão olhando sem a profundidade que eles vêem. No seu desenho não há nenhuma ilusão de que o que está no papel é o que eles verão na realidade.

desenho realista x desenho de colorir

Este próximo ponto vai ensiná-lo a criar a “forma” de um objeto sem desenhar grandes contornos em torno dele…

  1. Aqui está o porquê valores que mostram a profundidade estão sempre em um degradê – mesmo que seja um objeto plano.

Primeiro, vamos saber o que significa essa palavra: degradê. Você pode saber o que é um degrade, mas se não… isso simplesmente significa que o valor (lembre-se que valor significa o quão uma cor é mais clara ou mais escura) está constantemente mudando e sem problemas a partir de um valor mais claro para um escuro (ou vice-versa, se você preferir.)

Aqui está um exemplo de um degradê …

degrade

Observe como você não pode apontar para um local específico e dizer: “É aí que ele começa a ficar mais escuro”? Porque está constantemente recebendo apenas um pouco mais de tom (ou perdendo, se você preferir). Portanto, não há lugar onde ele simplesmente para ou inicia.

Ok, então agora que você sabe o que é um degradê…

… Como você vai usá-lo para fazer seus desenhos ficarem incríveis?

Muito simples, na verdade. Certifique-se de que você sempre use um degrade quando estiver sombreando seus desenhos. A menos que haja um uso muito específico – como um fundo escuro que precisa desaparecer no infinito – você nunca vai quebrar essa regra.

(Psiu… também, não perca os segredos para sombreamento incrível que você pode encontrar no final deste artigo).

Então porque é que tudo é em degradê?

Bem, a maioria das coisas que desenhamos vão ter algumas “curvas”. Elas não são objetos planos. Assim como sendo um objeto curvas – que poderia ser uma bochecha, um nariz, um globo ocular – se move para um ângulo em que a luz não pode brilhar muito sobre ele. E quanto mais ele se afasta da luz, mais escuro fica, causando uma “inclinação” ou mudança gradual de uma área mais leve para uma área mais escura.

Há, mas se é assim, por que os objetos planos não têm todos, o mesmo valor, uma vez que não se curvam para longe da luz?

Bem, isso tem a ver com o fato de que como você se distância de uma fonte de luz, a intensidade da luz diminui fazendo ficar mais escuro.

A curvatura suave e a constante mudança de ângulos de uma esfera são um excelente exemplo desse fenômeno. O desenho da barriga da grávida abaixo também é um bom exemplo.

DESENHO DE CARLOS DAMASCENO 2011 GRÁVIDA

O próximo grande segredo que trabalha em conjunto com essa ideia de sempre desenhar seus valores como um degrade é…

  1. Não somente cores claras ficam mais escuras nas sombras – cores escuras ficam mais escuras também. (E cores claras e cores escuras ficam mais claras onde recebem mais luz).

Então, agora que você sabe o que é um degrade e como aplicá-lo corretamente em seus desenhos, vamos falar sobre como seus valores reagem quando ficam em áreas mais claras ou mais escuras.

DESENHO DE CARLOS DAMASCENO 2011 BIA

A maior parte da luz sobre esta imagem é proveniente de uma fonte de luz na frente da menina. Se você seguir os contorno da pele até as áreas de sombra, poderá ver que o tom vai ficando mais escuro quando se move mais para as sombras.

Não é de surpreender ver que a pele está ficando mais escura, porque ela não tem luz brilhando diretamente sobre ela na parte de trás.

O mesmo efeito você poderá notar nesse desenho:Desenho de Wagner

 

Bom, não estamos surpresos de ver que as partes brancas da camisa estão ficando mais escuras. Mas o que dizer sobre aquelas listras cinza escuro? Eles já estão muito escuros. Então elas não irão ficar mais escuras, certo?

Na verdade vão. Eles vão ficar mais escuras, assim como a parte branca da camisa.

(Quando chegarmos ao segredo # 7 abaixo, vamos aprender ainda mais sobre por que isso acontece).

Mas vamos olhar para algo mais (talvez surpreendente). Vamos ver como na verdade o mundo visual trabalha a camisa do nosso amigo por apenas um segundo.

O que está acontecendo com as áreas claras da camisa, onde a luz está brilhando? Naturalmente, será mais clara. E… você adivinhou. Tanto o branco e as listras cinzas estão ficando mais claros, onde a luz está brilhando.

Tão simples (e talvez até mesmo óbvio) que isso possa parecer, a parte surpreendente é como poucos aspirantes a artistas empregam este conceito poderoso quando colocam o lápis no papel.

Agora, vamos descobrir mais um segredo que fica ignorado uma e outra vez…

  1. Se algo está na frente, você não pode ver o que está por trás disso (uuh!) – Além disso, um bônus.

Aqui é onde o nosso cérebro pode realmente nos jogar alguns truques engraçados!

Claro, parece super-óbvio que, se algo está na frente de qualquer outra coisa vai esconder o que está por trás disso. Mas quantas vezes todos nós tentamos desenhar essa coisa que está de lá no fundo?

Vamos pensar sobre as orelhas por apenas um segundo. Sabemos – e concordo – que, se algo está “atrás” de outra coisa não vai ser visto. Certo? Bom!

Então, quando nós estamos tentando desenhar um retrato, por que tantas vezes nos enganamos em pensar que precisamos desenhar toda a orelha – mesmo que esteja completamente escondida atrás do cabelo ou parcialmente obscurecida por uma bochecha por causa da maneira que a cabeça virou?

É tudo porque outra parte do nosso cérebro entra em ação e nos diz que precisamos desenhar uma orelha completa lá. Então nós temos que “derrotar” essa parte do cérebro para perceber que estamos desenhando a única parte da orelha que não está sendo coberta.

Para isso, vamos olhar para a imagem abaixo como exemploDesenho Realista Arnold 2

 

Veja como a orelha direita só aparece uma pequena silhueta.

Quantas vezes você já viu alguém desenhar algo assim, mas tentar desenhar a orelha completa (ou qualquer outra coisa) de forma que todos os detalhes podem ser visto?

BÔNUS SECRETO: Vamos apenas dar mais um minuto aqui e olhar para a causa de outro problema muito semelhante que a maioria de nós comete.

Para entender esse outro problema, vamos agora pensar sobre as bochechas em uma face.

Assim como nós estávamos discutindo sobre “coisas que se escondem atrás de outras” um segundo atrás, se alguém virou seu rosto para o lado, você não seria capaz de ver uma das bochechas – a que fica “atrás” do outro lado da face.

Agora, se ele virou lentamente seu rosto para você, parte de seu rosto escondido vai começar a aparecer. Mas você não vai ver toda a bochecha de uma vez.

Na verdade, ela vai parecer mais estreita nessa vista. Quando nosso amigo vira a cabeça um pouco mais para que possamos ver mais do rosto que tinha sido escondido, começamos a ver a bochecha um pouco mais larga.

Aqui estão alguns diagramas para ajudá-lo a ver exatamente por que isso acontece…

diagrama de sombras sobre a cabeça

Veja como o rosto está ficando cada vez mais estreito quando a cabeça gira até que você não pode ver o rosto em tudo?

A magia desta ideia simples é chamada de encurtamento.

Agora vamos descobrir outro segredo que pode parecer super simples a primeira vista, mas ainda é ignorado repetidamente quando nos sentamos para desenhar – em detrimento do nosso sucesso…

  1. Se algo está bloqueando uma fonte de luz, ele vai lançar uma sombra – mas você sabia que…?

Fácil o suficiente, certo? Quero dizer, esse é o tipo da definição de uma sombra… a ausência de luz, mas é um conceito que muitos artistas não conseguem aplicar.

Quando você for estabelecer o seu valor, é importante analisar o assunto e certificar-se de reconhecer onde estão as características faciais, artigos de vestuário, ou o que quer que possa estar entre a sua fonte de luz e outra área de seu desenho.

Quando desenhar um retrato de uma pessoa, o nariz é um causador de sombra notório, naturalmente, uma vez que é geralmente a característica mais proeminente em uma face. Mas, coisas como colarinhos de camisa, óculos e cabelo também irão criar sombras que você precisa aprender a levar em conta.

Órbitas oculares é outra área importante! Esses recipientes lançam sombras porque são localizados em uma cavidade do rosto e agem como uma barreira protetora. É importante considerar este fato quando desenhar e sombrear na área dos olhos.

Confira este desenho e veja se você consegue identificar todos os lugares que as sombras estão sendo expressas…

Desenho Realista - Casal Ahilton e Magdalena 7

O rosto na camisa, o nariz sobre a boca, sobrancelhas sobre as órbitas dos olhos, as pregas da camisa, o óculos sobre a pele. Eles estão por todo o lugar!

Agora, aqui está uma boa oportunidade para entender a importância de criar um degradê! Olhe para a sua foto de referência, localize os rodízios de sombra, e crie a sombra em seu desenho, você não está no escuro agora (trocadilho intencional).

Lembre-se, a sombra não pode ser toda do mesmo valor! A sombra vai ser mais escura na parte que o mínimo de luz pode chegar, mas vai lentamente ficar mais clara, uma vez que “escapa das garras” do objeto que molda a sombra e retorna para a luz! Falhar ao criar esse degradê vai deixar você com uma grande bolha de escuridão que iria roubar o show do seu desenho. Você não quer isso, quer?

Dito isto, como você sabe o quão escuro pode ir às áreas mais próximas ao objeto projetando uma sombra? Você escolhe o seu lápis mais escuro e risca tão forte quanto você puder? Vamos falar sobre isso em segredo número 7.

  1. Cada cor cede à pressão e muda por causa das cores visinhas.

Alguma vez você já olhou para seu gramado e pensou para si mesmo: “Estou olhando para um bom gramado!” Mas depois você olhou para a esquerda e viu o gramado do seu vizinho, exuberante e verde, cheio de flores coloridas, cada raminho de cada planta perfeitamente alinhados.

De repente, à luz desta descoberta, seu gramado pareceu um pouco marrom e o que você estava uma vez disposto a escrever fora como flores silvestres é agora inegavelmente apenas floração de ervas daninhas.

O que causou a mudança?

Bem, você tinha algo para comparar seu quintal agora. Não é que o seu quintal seja feio, é só que em relação ao do seu vizinho, ele não é tão brilhante.

O mesmo é verdadeiro com relação ao valor de tons!

Experimente este teste legal de valores relativos abaixo, arrastando o quadrado com um círculo nele sobre campos 1 e 2 …

Clique na imagem para abrir em outra guia. Baixe, imprima e recorte para fazer o teste.

box
Isto é uma ilusão de óptica que você enfrenta todos os dias em seus desenhos. Na verdade, ambos os campos 1 e 2 são da mesma cor exata.

O tom foi alterado para claro ou escuro. Isso é mais do que apenas um truque divertido de festa, é um exemplo de como você pode usar este fenômeno para a sua vantagem.

Utilize este quadro abaixo de referência de valor para encontrar onde esta ilusão óptica está escondida nos seus próprios desenhos de grafite! Clique AQUI ou na Imagem para Fazer Download em PDF.

Localizador de valores

Quando você desenha em seus valores de sombra, não há necessidade de pressionar super forte com um lápis super escuro. Contanto que você crie um degrade que fique cada vez mais claro quando se move em direção à luz, o seu valor de sombra vai aparecer mais escuro em relação ao destaque (brilho).

Assim, você pode parar de danificar o seu papel pressionando muito forte e não tem que comprar todos os lápis Bs no mercado para obter os valores escuros que você precisa.

Mas lembre-se, assim como nós falamos no segredo # 4, se você fizer uma área mais escura, você tem que escurecer todo o degrade para evitar a criação de áreas escuras “pesadas” que fiquem destacadas demais.

Então, você tem isso!

7 segredos que, quando aplicado a seus desenhos, irão garantir o aumento da profundidade, da dimensão e vai adicionar uma semelhança da vida real que chama a atenção.

A beleza destes conceitos é que não importa qual mídia você escolher-lápis grafite, lápis de cor, pastel, aquarela, etc, esses princípios visuais universais podem ser usados ​​para melhorar o seu trabalho artístico!

Como prometido, se você quiser aprender mais sobre o que esses segredos podem fazer para seus desenhos e descobrir um estilo dinâmico de sombreamento, estamos oferecendo uma chance de obter o acesso imediato ao Curso o Segredo do Desenho Realistas de Retratos a Lápis com um desconto super especial. Para isso basta enviar um e-mail para carlosdamascenodesenhos@gmail.com e informar que quer aproveitar a oferta oferecida nesse artigo.

Desenhe algo incrível com suas novas habilidades!

Se você quiser uma cópia do meu e-book em PDF Como Eu Desenho um Retrato a Lápis + um mini Curso de Desenho GRÁTIS, clique aqui e saiba mais…

Deixe seu comentário ou sua pergunta no espaço abaixo

Baixe o Seu E-Book Grátis agora mesmo!

CLIQUE AQUI

Carlos Damasceno

Carlos Damasceno é desenhista profissional e professor de desenho. Especialista em ajudar pessoas a desenvolverem o seu talento para o desenho sem precisarem pagar por curso caros e demorados.

Website: http://comoaprenderadesenhar.com.br/