Conheça as pinturas de Valéria Vidigal (Vitória da Conquista – Bahia)

 

Ilustradora renomada e reconhecida de capas de livros científicos sobre café, teve sobre ela matérias especiais em publicações como o Anuário Brasileiro do Café 2007, Revista do Café, L’ESPRESSO e outras.

O princípio da relação de Valéria Vidigal com a pintura e com as culturas do café está em sua própria gênese enquanto ser humano. Foi gerada meio ao cheiro das resinas e pastéis oleosos com os quais sua mãe, a artista plástica Maria Auxiliadora Vidigal, pintava. Nascida em Viçosa, interior de Minas Gerais, a menina cresceu seguindo o olfato e a memória, reconhecendo e identificando os elementos da pintura e  os seus instrumentos. Muito cedo rabiscava, mesmo que ainda sem reconhecer o próprio trabalho tal como arte.

 Texto retirado do Site da Artista http://www.valeriavidigal.com.br/

Obras

991c3d825835889df9b0c976b99d2393

Nome da Obra: Cafés do Brasil Técnica: Acrílica Sobre Painel 150 x 150 cm

obras_de_valaeria_vidigal_8.4.14_001

Nome da Obra: Planalto da Conquista Técnica: Acrílica sobre Linho 60 x 90 cm

obras_de_valaeria_vidigal_025

Nome da Obra: Riqueza Brasileira Técnica: Acrílica sobre Linho  70 x 90 cm

obra_plantar_com_fae___9.4.14_012

Nome da Obra: Plantar com Fé Técnica: Acrílica sobre painel  90 x 60 cm

Depoimento sobre a artista

Uadi Lammêgo Bulos
“Como a Visão de um Arco-Íris A primeira vez que olhei uma tela, pintada por Valéria, senti esperança. Não sei se tenho “olhos de ver”. Mas o fato é que aquele quadro da Universidade Federal de Viçosa, só para ficar em uma de suas telas fascinantes, fez-me vislumbrar a presença do Onipotente no contexto de implantação daquela “alma mater”. A obra de Valéria não pertence mais a ela, porque tem vida própria. Ganhou o mundo, retratando uma vida de expressão. Contém “algo que toca”. Mas, afinal, o que é “algo que toca”? “Algo que toca” é aquilo que lhe conduz a alguma emoção. Trata-se de um fenômeno constante, uma tendência invariável, uma condição que continuamente se manifesta, nada obstante o fato que os olhos humanos não possam ver aquilo que passou na mente do artista quando estava produzindo a sua arte. Todavia, como dito em Efesios 2:10, “fomos criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas”. Assim como o arco-íris, que mediante uma micelânea de 7 cores nos permite ver a face de Deus na natureza, a pintura da filha do saudoso e ilustre Professor João da Cruz Filho caminha na luz da vida!”
Uadi Lammêgo Bulos
Presidente da Sociedade Brasileira de Direito Constitucional.

Exposições Recentesagenda2

Sua obra acaba de ser vista em Dubai Emirados Árabes Unidos  no World Trade Centre, onde foi sucesso absoluto, e agora está partindo para Fiera di Padova, uma das mais importantes feiras internacionais na Europa. Ela acontecerá na primeira quinzena de novembro de 2014 e contará com a presença de importantes galerias europeias e do mundo, com frequência de colecionadores, antiquários e amantes da arte de diversos países. São cerca de 200 galerias entre elas a Galeria Spazio Surreale que neste ano estará levando as obras da artista. 

Fonte: http://www.euvejofloresemvoce.com.br/

euvejofloresemvocê

 

 

 

comentário

Deixe seu comentário ou sua pergunta no espaço abaixo

95% das Pessoas que leram esse artigo, também leram os artigos abaixo:

Preencha os dados solicitados e receba o Seu E-Book Grátis por E-mail agora mesmo! 

Carlos Damasceno

Carlos Damasceno é desenhista profissional e professor de desenho. Especialista em ajudar pessoas a desenvolverem o seu talento para o desenho sem precisarem pagar por curso caros e demorados.

Website: http://comoaprenderadesenhar.com.br/